Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Levy propõe revisão de subsídios em energia elétrica.

Subsídios concedidos ao setor de energia elétrica devem ser revistos, propõe Joaquim Levy

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, defendeu que os subsídios existentes no setor de energia elétrica, e pagos por meio da conta de luz, sejam revistos para beneficiar a sociedade e acelerar o crescimento do país. Ele discursou durante a cerimônia de aniversário dos 18 anos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília.

Além de mais transparência nas contas dos serviços públicos, como energia elétrica, Levy sugeriu também uma revisão no custo da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). O ministro não entrou em detalhes. “Com isso vamos rever os subsídios nas contas de luz para deixar claro o que está sendo pago. Tem que haver clareza e grande discussão sobre o que a sociedade paga”, disse.       

A CDE foi criada com o objetivo de promover fontes alternativas de energia – eólicas, de pequenas centrais hidrelétricas, biomassa e carvão mineral, por exemplo – e de universalizar o acesso à energia elétrica no país.

Para o ministro, é preciso questionar o destino dos benefícios, que vem sento sustentado “pelas famílias" e qual o real retorno para a sociedade. Dirigindo-se aos presentes, Levy destacou que existem no momento R$ 20 bilhões em subsídios na conta de energia elétrica e questionou: “Para quem vai? E o que traz para a sociedade? É uma pergunta importante”. Levy admitiu, porém, que qualquer discussão sobre o assunto terá que necessariamente ter o aval do Congresso Nacional.

 

Fonte: Agência Brasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário