Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Agricultores familiares comercializam produção em feiras agroecológicas.


Uma diversidade de produtos de origem animal e vegetal, natural e manufaturados, estará à disposição do público na Feira da Agricultura Familiar, uma ação do Governo do Estado, através da Emater-RN. O lançamento será amanhã (25 de fevereiro), no município de Nova Cruz, agreste potiguar, amanhã (25 de fevereiro) - a primeira de outras 20 que serão realizadas em diversas localidades da região nas próximas semanas. A feira acontecerá na rua 1º de Maio, centro de Nova Cruz, a partir das 6 horas. A solenidade de lançamento está prevista para começar às 8h, com a presença de representantes da Emater-RN, do prefeito Cid Arruda e demais autoridades.


A iniciativa dinamizará a economia local com a geração de ocupação e renda para os pequenos produtores e pescadores, além de oferecer ao público produtos alimentícios de qualidade, de cultivo orgânico.     
As feiras agroecológicas são realizadas em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), prefeituras municipais, sindicatos rurais, Banco do Nordeste, Terrasul e UFRN.     
O investimento total no projeto das Feiras da Agricultura Familiar é de R$ 305 mil, prodecente do Programa de Apoio à Infraestrutura nos Territórios Rurais (Proind), do MDA. 
Segundo o gestor regional da Emater-RN em São José de Mipibu, extensionista rural Lucivaldo Vieira, essa ação tem diversos objetivos. Entre outros, ele destaca: incrementar a participação dos produtos da agricultura familiar e dos pescadores no mercado local, dar visibilidade e criar novas formas de comercialização, promover práticas de associativismo, ampliar a participação da produção em outros mercados interterritoriais e agregar valor à produção local evitando a ação de intermediários.      
Lucivaldo Vieira ressalta que, na área de abrangência de sua região, o projeto contempla 20 municípios. Para facilitar o trabalho dos agricultores nessas feiras, foram entregues 300 barracas padronizadas, 100 balanças, 600 caixas para transporte de mercadorias e 100 bombonas plásticas.
Todos os alimentos expostos na Feira Agroecológica são procedentes das cadeias produtivas cuja assistência técnica é de responsabilidade dos extensionistas rurais da Emater-RN que, também, coordenam esses eventos. Os produtos de origem vegetal, por exemplo, são isentos de qualquer tipo de agrotóxico e adubo químico.    
Quem visitar as feiras agroecológicas, encontrará produtos “in natura” e manufaturados de origem animal (carnes e ovos) e vegetal, como hortaliças (coentro, cebolinha, alface, couve); raízes (beterraba, cenoura, cebola branca); frutas regionais frescas (coco, manga, caju, acerola, cajá, umbu). Também serão comercializados gêneros alimentícios derivados da mandioca, batata e macaxeira (bolos, beijus, doces), do leite (queijo e manteiga) e tantas outras delícias.

Agroecologia - A agroecologia é uma alternativa ao modelo convencional de agricultura que, ao longo dos anos, tornou-se insustentável devido ao uso intensivo do solo, à monocultura, à aplicação indiscriminada de fertilizantes inorgânicos e de pesticidas, dentre outros fatores, que retiraram e degradaram os recursos naturais. Em contraste com essa agricultura convencional, a agroecologia representa na prática um modelo viável de produção animal e vegetal, baseado em tecnologias que atendem aos princípios de produtividade, rentabilidade e qualidade do produto além de considerar sobremaneira os aspectos socioambientais.



Fonte: Assessoria de Comunicação / Emater-RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário