Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quinta-feira, 31 de março de 2016

“O grupo de Gija não tem união e é um grupo fechado”, disse Kelis.

Kelis Magno concede entrevista ao blog, e diz: Voto em Jorginho para prefeito.



Kelis retornou ao grupo político da oposição em Tangará após participar da administração do prefeito Alcimar Germano. Hoje a oposição é liderada por Jorginho Bezerra, Erociano e Thiago de Erociano.
A oposição de Tangará vem recebendo apoio para a disputa eleitoral que se aproxima, já tendo a sua chapa definida, com Jorginho Bezerra (Pré-candidato a prefeito) e Thiago de Erociano (Pré-candidato a vice-prefeito).





Confira a entrevista


quarta-feira, 30 de março de 2016

Governo muda redistribuição de vagas remanescentes do Fies.




O Ministério da Educação alterou procedimento relacionado ao processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre deste ano para permitir que a redistribuição de vagas remanescentes ocorra para outros cursos da mantenedora da instituição de ensino, e não apenas entre os cursos da própria instituição em questão.

As vagas remanescentes são aquelas não ocupadas pelo processo seletivo em cursos sem candidatos em lista de espera.
De acordo com a portaria normativa anterior para o processo seletivo do primeiro semestre de 2016, essas vagas poderiam "ser redistribuídas entre os cursos da própria Instituição de Educação Superior".
Nova portaria normativa publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União afirma que essas vagas agora poderão ser redistribuídas "entre os demais cursos da mantenedora", se esgotada a possibilidade de redistribuição entre os cursos da própria instituição de ensino.
As mantenedoras são as entidades responsáveis pela manutenção das instituições de ensino superior.

Ociosidade apontada por sindicato   

A mudança ocorre dias após o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp) divulgar que quase metade (46%) das 250 mil vagas disponibilizadas pelo Financiamento Estudantil (Fies) neste primeiro semestre de 2016 não tinham sido preenchidas, segundo levantamento amostral feito com 70 associados.

À época, o Ministério da Educação (MEC) informou que o processo seletivo do Fies ainda está em curso, por isso não é possível quantificar o número de vagas que resultaram em contratos de financiamento ou não. Ainda, de acordo com o ministério, o final do processo se dará no dia 30 de junho e que são adotadas estratégias para ocupação de eventuais vagas remanescentes.

Entenda: Sisu x Prouni x Fies   

As três siglas representam iniciativas do governo federal na gestão do ensino superior. O Sisu é a sigla para Sistema de Seleção Unificada. Através do Sisu, instituições públicas - sem cobrança de mensalidade - selecionam alunos tendo como critério a nota do candidato no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
O Prouni concede bolsas de estudos integrais ou parciais em universidades privadas. O foco são estudantes que saíram de escolas públicas e têm baixa renda.  
Já Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferece contratos de financiamentos. Para se inscrever, no Fies é precisto ter feito o Enem a partir de 2010, com nota final de pelo menos 450 pontos, e ter renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos.

 

 

 

 

Fonte: G1

Governo lança terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida.



O governo federal lançou nesta quarta-feira (30), em uma cerimônia no Palácio do Planalto, a terceira fase do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, que terá a meta de entregar 2 milhões de moradias populares até 2018. A nova etapa, prometida em 2014, foi lançada em meio ao processo de impeachment no Congresso Nacional e um dia depois de o PMDB romper oficialmente com o Palácio do Planalto.
Segundo o Ministério das Cidades, a previsão do governo é de investir cerca de R$ 210 bilhões nesta nova etapa do programa federal. A maior parte dos recursos será obtida por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), informou o ministério.
Lançado em 2009, no segundo mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Minha Casa, Minha Vida se tornou uma das principais bandeiras políticas do governo Dilma Rousseff.
Em 2014, ano em que disputou a reeleição, a presidente da República havia prometido que a terceira fase do programa habitacional entregaria 3 milhões de residências. No entanto, no lançamento oficial nesta quarta-feira, a estimativa inicial foi reduzida em 1 milhão de moradias.
Na cerimônia de lançamento da nova fase do programa, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, anunciou a criação do Sistema Nacional de Cadastro Habitacional, por meio do qual os cidadãos poderão consultar o status de sua inscrição no Minha Casa, Minha Vida e o andamento do processo de seleção dos beneficiários.
A nova etapa do Minha Casa, Minha Vida prevê ainda uma faixa intermediária de financiamento para atender famílias com renda de até R$ 2.350, com juros de 5% ao ano.
De acordo com o governo, as duas primeiras etapas do programa já entregaram cerca de 2,6 milhões de residências. Há ainda mais 1 milhão de casas em construção para ser entregues aos beneficiários do Minha Casa, Minha Vida.
Nas duas primeiras fases do programa habitacional, informou o governo, foram investidos aproximadamente R$ 240 bilhões.

Veja as novas faixas de renda para financiamentos pelo programa Minha Casa, Minha Vida:

Faixa 1: o limite de renda passa de R$ 1,6 mil para R$ 1,8 mil
Faixa 1,5: anunciada nesta quarta, para famílias com renda até R$ 2.350
Faixa 2: o limite de renda passa de R$ 3.275 para R$ 3,6 mil
Faixa 3: o limite de renda passa de R$ 5 mil para R$ 6,5 mil

De acordo com o governo, os valores máximos dos imóveis também serão alterados a partir de agora, assim como o subsídio:

Faixa 1: passa de R$ 76 mil para R$ 96 mil, com subsídio de até R$ 86,4 mil
Faixa 1,5: anunciada nesta quarta, prevê o valor máximo do imóvel de R$ 135 mil, com subsídio de até R$ 45 mil
Faixa 2: passa de R$ 190 mil para R$ 225 mil, com subsídio de até R$ 27,5 mil
Faixa 3:  passa de R$ 190 mil para R$ 225 mil, sem subsídio

 

 

 

Fonte: G1


Ministério do Trabalho reconhece mais 12 ocupações profissionais.


O Ministério do Trabalho e Previdência Social atualizou a Classificação Brasileira de Ocupações, com a inclusão de 12 novas categorias profissionais. Entre elas estão agente de combate a endemias, condutor de ambulância, mestre de cerimônias e entrevistador social. Com as novas inclusões, as ocupações reconhecidas chegam a 2,6 mil.    
Segundo o ministério, o reconhecimento de uma ocupação é feito após um estudo das atividades e do perfil da categoria.
A CBO é o documento que reconhece a existência de determinada ocupação e não a sua regulamentação. A regulamentação da profissão é realizada por lei, cuja apreciação é feita pelo Congresso Nacional e submetida à sanção da Presidência da República.



Veja abaixo as novas ocupações e as definições de cada uma:


Tecnólogo em soldagem – Elabora o plano de qualificação de procedimentos de soldagem e qualifica profissionais da área.

Mestre de cerimônias – Conduz eventos públicos, corporativos e sociais presenciais, seguindo roteiro elaborado por organizadores.

Entregador de publicações – Entrega correspondências, objetos e publicações, organizando e fazendo triagem dos mesmos.

Concierge – Recepciona e prestam serviços de apoio a clientes, pacientes, hóspedes, visitantes e passageiros; presta atendimento telefônico e fornece informações em diversos estabelecimentos.

Entrevistador social – Entrevista famílias de baixa renda, orienta sobre os programas sociais e políticas públicas, e encaminha para órgãos competentes, caso necessário.

Agente de combate a endemias – Realiza ações de controle de endemias, promove educação sanitária e ambiental e orienta a comunidade para promoção de saúde por meio de inspeções domiciliares.

Casqueador de animais - Monitora doenças, lesões e traumatismos em animais. Corta excessos de cascos, limpa e higieniza ferimentos no local.

Ferrador de animais – Coloca e substitui ferraduras em animais, detecta presença de ferimentos nas patas e recomenda encaminhamento a veterinário, se necessário.

Tapeceiro de autos – Responsável por fabricar ou reformar estofamento e revestimento interno de veículos.

Condutor de ambulância - Transporta pacientes e auxilia equipes de saúde nos atendimentos de urgência e emergência.

Operador de abastecimento de combustível de aeronave – Realiza operações de abastecimento e destanqueio de combustível de aeronaves.

Monitor de sistemas eletrônicos de segurança interno – Ativa e monitora os sistemas, analisa os eventos e imagens recebidos da central de alarme monitorada, identifica problema e encaminha ocorrências ao setor responsável.

Monitor de sistemas eletrônicos de segurança externo – Monitora os equipamentos e sistemas da central de monitoramento, realizar inspeção técnica no local monitorado, realizar manutenções corretiva e preventiva dos sistemas.



Fonte: G1 RN

Trabalhador privado poderá usar FGTS como garantia de consignado.

 

 


Uma medida provisória publicada nesta quarta-feira (30) permite que o trabalhador do setor privado ofereça até 10% do saldo de seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia em um empréstimo consignado - com desconto na folha de pagamento.




O empregado também poderá dar como garantia nas operações até 100% do valor da multa paga pelo empregador, em caso de demissão sem justa causa.
A expectativa do Ministério da Fazenda é de que essa medida possa reduzir as taxas de juros cobradas em empréstimos para os trabalhadores do setor privado.
De acordo com a MP, caberá ao agente operador do FGTS, ou seja, a Caixa Econômica Federal, definir os "procedimentos operacionais" para que as novas regras sejam aplicadas.

"O Conselho Curador do FGTS poderá definir o número máximo de parcelas e a taxa máxima mensal de juros a ser cobrada pelas instituições consignatárias nas operações de crédito consignado de que trata este artigo."

Quando um empregado com carteira assinada é demitido sem justa causa, ele tem direito a receber uma multa de 40% do saldo acumulado do FGTS. Além disso, também tem direito de sacar o dinheiro que está na sua conta do FGTS.


Pacote de estímulo      


Somente com esta modalidade, a previsão do governo é de R$ 17 bilhões em novas operações de crédito.
No final de janeiro, o governo anunciou a abertura de linhas de crédito no valor de R$ 83 bilhões. O objetivo dessas linhas de crédito é estimular o nível de atividade econômica e tentar evitar um impacto maior da recessão na taxa de desemprego – que vem crescendo nos últimos meses.

Crédito patina     

Na véspera, o Banco Central reduziu de 7% para 5% a projeção de crescimento nas operações de crédito bancário para este ano. Se a estimativa se concretizar, será o sexto ano seguido em que o crescimento do crédio perde força. Em 2015, a expansão foi de 6,6% – o menor crescimento anual já registrado.
As operações de crédito feitas por bancos no Brasil somaram em fevereiro R$ 3,18 trilhões, o que representa uma queda de 0,5% em relação a janeiro, quando o valor era de R$ 3,19 trilhões.
Os números mostram que se mantém o movimento de desaceleração na demanda por crédito no país, que já dura cinco anos. Isso quer dizer que os empréstimos ainda crescem, mas em ritmo cada vez menor.

 




Fonte: G1

Falha no Instagram deixou um milhão de contas vulneráveis.


O pesquisador de segurança Arne Swinnen revelou que o Facebook corrigiu uma falha no Instagram que dava acesso a contas bloqueadas. O problema estava nos mecanismos de ativação e reativação de contas, que permitiam alterar endereços de e-mail e números de telefone associados a certas contas bloqueadas.

Swinnen descobriu o problema enquanto estava tentando ativar uma de suas contas de teste no Instagram e percebeu que podia manipular o identificador da conta a ser ativada. O pesquisador mantém contas de teste na rede social para testar as vulnerabilidades que encontra.

Swinnen encontrou diversas contas com números consideráveis de seguidores que estavam vulneráveis. Ele testou alguns números e estimou que, se número de contas vulneráveis estiver na mesma proporção das contas que ele testou, cerca de um milhão de usuários poderiam ter sido comprometidos por meio dessa falha.

Para eliminar o problema, o Instagram passou a exigir autenticação nas páginas que definem a mudança de e-mail e número de telefone.

O pesquisador recebeu US$ 5 mil (cerca de R$ 18,5 mil) do Facebook como prêmio por ter comunicado a brecha por meio do programa de recompensas mantido pela rede social. O programa exige que pesquisadores retenham os detalhes técnicos de falhas até elas serem corrigidas.

 

 

 

Fonte: G1


Secretaria de Saúde confirma primeira morte por H1N1 no RN em 2016.


A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) confirmou a primeira morte por H1N1 no estado em 2016. Uma adolescente de 15 anos, natural do município de Lagoa Nova, deu entrada no hospital no dia 27 de fevereiro e faleceu em 10 de março.
A Sesap informou que 9 casos foram notificados este ano. Até o momento, o mês de maiores casos suspeitos foi março, com 4 das 9 notificações. Segundo a secretaria, há uma redução de 78% nas notificações durante o mesmo período em 2015. No ano passado, foram 41 notificações.
A secretaria orienta a população a tomar as algumas medidas de prevenção. Lavar as mãos com água e sabão, especialmente após tossir ou espirrar; cobrir a boca com um lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, além de evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.





Fonte: G1 RN

terça-feira, 29 de março de 2016

Casos de H1N1 no RN estão 78% inferiores a 2015.


Os 9 casos suspeitos notificados em 2016 do vírus influzenza (H1N1) representam uma redução de 78% nas notificações do mesmo período de 2015. A informação é da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE), da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que divulgou os dados relativos ao período compreendido entre as semanas epidemiológicas de 01 a 12 (3 de janeiro a 26 de março).
No ano passado, no mesmo período, foram 41 notificações. Até o momento, a Sesap confirmou 1 dos 9 casos e 1 óbito causado pela gripe H1N1, que vitimou uma jovem de 15 anos, residente no município de Lagoa Nova, que deu entrada no hospital no dia 27 de fevereiro e faleceu no dia 10 de março. Até o momento, o mês de maiores casos suspeitos notificados foi março, com 4 das 9 notificações.
A Sesap está orientando a população a tomar as seguintes medidas de prevenção:

-Lavar as mãos com água e sabão, especialmente após tossir ou espirrar.
-Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca com lenço descartável.
-Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
- Lavar as mãos frequentemente e não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca.
- Pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.


OBS: A Sesap estuda a possibilidade de convocar uma coletiva para tratar sobre o tema e demais endemias, com previsão até a próxima sexta-feira (1/4) e em se confirmando, todos os veículos de comunicação serão avisados.





Fonte: ASCOM/SESAP

Oportunidades de emprego em Natal, Mossoró e Santa Cruz.

Sine-RN oferece nesta quarta-feira (30), mais de 70 vagas de emprego.


O SINE-RN oferece nesta quarta-feira (30/03), mais de 70 oportunidades de emprego em Natal, Mossoró e Santa Cruz. Para concorrer às vagas, os candidatos devem se cadastrar via Internet no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego através do endereço maisemprego.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz Cidade da Esperança, localizada na Rua Adolfo Gordo, s/n, Cidade da Esperança - Natal-RN no prédio da Central do Trabalhador no horário de 8h ás 16h ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior. Os interessados que não tem cadastro e acesso ao Portal Mais Emprego, podem comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 16h.




Vagas PERMANENTES Natal e Grande Natal

OCUPAÇÃO
QUANTIDADE DE VAGAS

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE PRÉDIOS    1
ESTETICISTA    1
GARÇOM    2
INSTRUTOR DE INFORMÁTICA    2
MECÂNICO DE AUTOMÓVEL    1
MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO    3
PROMOTOR DE VENDAS    1
SOLDADOR DE SOLDA ELÉTRICA E OXIACETILENO    1
VENDEDOR DE CONSÓRCIO    15
VENDEDOR PRACISTA    1
Total    28

Vagas PCD - Pessoas com Deficiência - Natal e Grande Natal

OCUPAÇÃO
QUANTIDADE DE VAGAS

AUXILIAR DE LIMPEZA    1
Total    1

Vagas MOSSORÓ e Região

OCUPAÇÃO
QUANTIDADE DE VAGAS

ALMOXARIFE    1
BALANCEADOR    1
COSTUREIRA EM GERAL    1
COZINHEIRO GERAL    1
MOTORISTA ENTREGADOR    1
PROMOTOR DE VENDAS    1
REPRESENTANTE COMERCIAL AUTÔNOMO    1
SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS DE PASSEIO    1
Total    8

Vagas SANTA CRUZ e Região

OCUPAÇÃO
QUANTIDADE DE VAGAS

OPERADOR DE CAIXA    21
REPOSITOR DE MERCADORIAS    12
Total    33
 
Todas as oportunidades estão sujeitas à alteração. Para saber em tempo real qual ocupação está de acordo com o seu perfil profissional, acesse com seu login (PIS) e senha no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego no endereço (maisemprego.mte.gov.br).




Fonte: SINE/RN
Robinson solicita ao Banco do Brasil celeridade na liberação de recursos.

O governador Robinson Faria se reuniu na manhã desta terça-feira (29) em Brasília com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e o presidente do Banco do Brasil, Alexandre Corrêa Abreu, para tratar das operações de créditos.
O empréstimo de R$ 850 milhões que o Estado vem pleiteando junto ao Banco do Brasil desde o final de 2014 foi um dos principais assuntos da audiência. O plano de aplicação do empréstimo foi aprovado pela Assembléia Legislativa em 2015, e prevê a utilização dos recursos para a conclusão de obras de infraestrutura no Rio Grande do Norte, além de investimentos na segurança e saúde.
Na ocasião, Robinson Faria pediu celeridade no processo de liberação dos recursos. “Todas as informações demandadas ao Estado vem sendo sistematicamente cumpridas. Agora, aguardamos a análise pela equipe técnica do banco para o processo ser encaminhado para a Secretaria do Tesouro Nacional. Estamos acompanhando de perto todos os passos e torcemos pela rápida liberação do valor para concluir obras fundamentais para a melhoria da qualidade de vida e atendimento à população”, afirmou.
O Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e do Distrito Federal (Proinvest) também foi discutido durante a reunião. O governo solicitou os recursos remanescentes do Proinvest de R$ 65 milhões já habilitados para liberação imediata. O empréstimo será destinado a contrapartida do Pró-Transporte e obras da Avenida Moema Tinôco (R$ 48 milhões), a obras de construção e restauração de rodovias (R$ 10 milhões), a construção do Campus em Natal da UERN (R$ 6 milhões), dentre outros.
Também participaram da reunião, o secretário do Planejamento e das Finanças do RN, Gustavo Nogueira, o deputado federal Fábio Faria e o vice-presidente de governo do BB, Júlio Cézar Alves de Oliveira. 


Fonte: ASSECOM/RN

Baseada em dados de 2015, a pesquisa conclui que a situação mais crítica é a da disciplina de Física.

Quase 40% dos docentes não têm formação adequada, aponta censo.




Do total de professores ativos nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio da rede pública, quase 40% não têm qualificação ideal, apontou censo divulgado nesta segunda-feira, 28, pelo Ministério da Educação (MEC). Considerando o fato de que um professor pode lecionar mais de uma disciplina, o índice de docentes em sala de aula com formação inadequada sobe para 53%, assinala o levantamento.
Com o objetivo de diminuir essas taxas, a pasta vai lançar a Rede Universidade do Professor, para estimular os docentes a complementar a formação. Serão disponibilizadas 105 mil vagas já para este segundo semestre, informou o MEC. As inscrições vão de 5 de abril a 5 de maio, por meio da Plataforma Freire.
Baseada em dados de 2015, a pesquisa conclui que a situação mais crítica é a da disciplina de Física, em que 64,7% dos professores se enquadram em um dos seguintes quadros: têm bacharelado, mas não licenciatura; têm licenciatura, mas em área diferente da que ensina; têm curso superior (engenheiro lecionando matemática, por exemplo); ou só têm diploma de ensino médio.

"Se todos os físicos que formamos por ano fossem dar aula - o que não acontece -, levaríamos 11 anos para suprir essa demanda. Esse é o tamanho do problema", disse o ministro, Aloizio Mercadante.
Em Ciências e História, 60% dos professores têm qualificações inadequadas. Em Geografia, o índice é de 62%. "São docentes que podem ter experiência de sala de aula, mas acabam lecionando de forma improvisada, só para completar a grade horária", lamentou o ministro, citando pesquisa da Fundação Carlos Chagas que detectou que apenas 2% dos jovens que concluem o ensino médio desejam ser professores.
A Rede Universidade do Professor vai utilizar vagas que estavam ociosas em universidades e institutos federais para disponibilizá-las a esse grupo de docentes. Serão 24 mil presenciais e 81 mil a distância, por meio da Universidade Aberta do Brasil. "Eles (os docentes efetivos) são a prioridade da prioridade", destacou Mercadante. Se houver necessidade de mais vagas, o MEC vai pactuar com instituições privadas.
Para 2017, a previsão é fortalecer o programa Parfor, de formação de professores, de forma que eles possam cursar as disciplinas exigidas durante as férias da rede pública da educação básica, em uma espécie de curso intensivo. O edital será publicado até o fim deste ano.





Fonte: Estadão Conteúdo
Conta de luz: taxa extra deixa de ser cobrada em abril, confirma governo.


A diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta terça-feira (29) a bandeira tarifária verde para o mês de abril. Isso significa que a taxa extra na conta de luz não será cobrada do consumidor.
Desde janeiro de 2015, as contas passaram a ter uma cobrança extra, chamada de bandeira vermelha, para compensar gastos mais altos para gerar energia. Nos últimos meses, essa bandeira foi mudando de cor:

1.   Até janeiro deste ano, a bandeira era vermelha e a taxa extra era de R$ 4,50 para cada R$ 100 kW/h consumidos;
2.   Em fevereiro, passou para bandeira "rosa" e a taxa caiu para R$ 3 para cada R$ 100 kW/h;
3.   Agora em março, a bandeira muda para amarela e a taxa cai para R$ 1,50 a cada 100 kW/h;
4.   Em abril, entra em vigor a bandeira verde e a taxa extra deixa de ser cobrada

Esta é a primeira vez desde o começo do ano passado que a bandeira verde foi autorizada.
As bandeiras verdes em abril já eram aguardadas, conforme anúncio do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, depois que o governo federal autorizou o desligamento de usinas termelétricas mais caras, devido à melhora na situação dos reservatórios das hidrelétricas. 

Pouca chuva, conta mais cara

Quando há pouca chuva, o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas cai, o que diminui a produção de energia. Para compensar essa queda, o governo manda acionar usinas termelétricas, a carvão, que são mais caras. Foi o que aconteceu no país desde 2013.
Foi criada, então, a bandeira vermelha, essa cobrança extra na conta de luz para bancar esses custos maiores na produção de energia.
Neste ano, a situação melhorou: choveu mais e subiu o volume dos reservatórios das hidrelétricas. Além disso, o consumo das famílias e indústrias caiu, e novas usinas começaram a funcionar.
Mesmo assim, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pede que os consumidores façam o uso eficiente de energia elétrica e combatam os desperdícios.


Fonte: Reuters



CARTA ABERTA DOS PROFESSORES MUNICIPAIS À COMUNIDADE TANGARAENSE.


A carta que aqui apresentamos é mais que uma carta aberta, é a expressão de educadores indignados, com corações feridos pelo descaso e pelo desrespeito do gestor municipal e de alguns de seus assessores.
Em conversa recente com o gestor e seus assessores ouvimos a indigna e humilhante proposta: baseados numa tabela de salários, se propõe o governo municipal a dar os 11,36% de aumento sendo que, professores com muitos anos de trabalho tem direito a 0% de aumento, outros a 2%, uns a 3% ou 4% e uma minoria aos 11,36 %. Dessa forma o gestor diz que está cumprindo a lei do piso, que a prefeitura tá fazendo o melhor, que é a crise econômica e blá, blá,blá....
E nós, professores, o que dizemos? Perplexos perante vergonhosa e enganosa proposta, inicialmente dizemos que a crise é mais do que econômica, é crise de falta de respeito à classe de professores, crise de ausência de direitos, crise de corrupção e manobras administrativas ludibriadoras. É, minha gente, o escancaramento de abuso de poder, de perseguição. Perseguição, sim, pois um gestor dizer a um(a) professor(a) com mais de vinte anos de profissão, de dedicação, de direitos adquiridos e ainda amparado(a) por lei federal, dizer que o salário dele tá bom e não precisa de reajuste, é o quê? A que chamamos isso? Perseguição? A lei do tronco moderna? Chicote administrativo? Existem muitos nomes para essa "coisa", para essa atitude vergonhosa do governo municipal.
Mais do que qualquer coisa, queremos dizer, enfatizar que os nossos direitos e tudo que conquistamos até o presente momento é fruto de uma luta há mais de vinte anos, não são vinte dias, senhores e senhoras, há vinte anos nós estamos constantemente lutando por salários melhores, melhores escolas, melhor atuação pedagógica. E essa batalha independe de quem foi ou é o gestor do município, nossas conquistas não são favor de governante nenhum.
Caros colegas, continuemos nessa luta, hoje e sempre, pois ela é a maior e melhor aula de cidadania que ministramos aos nossos alunos, uma aula em teoria e prática.
Queridos pais e alunos, juntem-se a nós e não se preocupem, todas as aulas serão pagas como sempre fizemos e lembrem-se que os direitos nesse país são conquistados com muita luta e perseverança. Sabem os governantes que o povo é seu verdadeiro patrão, porém a ambição e o abuso de poder fizeram de muitos deles ditadores, coronéis e atualmente, uma lamentável decepção para o povo.
Ao governo municipal deixamos o nosso recado através de parte da letra de música do eterno poeta, Cazuza:
"...A sua piscina tá cheia de ratos, suas ideias não correspondem aos fatos, o tempo não pára."

Atenciosamente,

Professores da Rede Municipal de Educação de Tangará

By Marizete Guilherme

Mesmo sem Neymar, Brasil vê obrigação de vitória contra o Paraguai pelas Eliminatórias da Copa 2018.




A seleção brasileira entrará na noite desta terça-feira (29), no Defensores del Chaco, em Assunção, desfalcada de David Luiz e Neymar. Ainda assim, vencer o Paraguai pela 6ª rodada das Eliminatórias da Copa 2018 é obrigação.  
Depois de abrir 2 a 0 frente ao Uruguai e permitir o empate dos visitantes no duelo disputado em Pernambuco na última sexta, a ideia dos comandados do técnico Dunga é recuperar os pontos perdidos em casa para não complicar a situação do time nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

"Já jogamos sem ele [Neymar] e fomos bem. Precisamos mostrar que aqui é a seleção brasileira. Precisamos vencer", alertou Willian, que deve assumir a função de protagonista do setor ofensivo sem a presença do craque do Barcelona ao seu lado.

 


Fonte: R7
Proposta do prefeito Alcimar Germano não agrada a categoria dos professores do município de Tangará.


NOTA 

A TABELA apresentada pela equipe do prefeito, apresenta um sério agravo/afronta as conquistas obtidas, diga-se de passagem, com muito esforço e luta desta nobre categoria, principalmente, a partir do PCCR vigente, no qual consta vantagens que nunca antes tivemos em outras gestões. Por essa razão, a Coordenação do Núcleo Sindical entende que, em face do exposto, fica estabelecido uma condição em que o gestor dá dois passos atrás no processo de negociação, enquanto a categoria, por entendimentos firmados entre todos os que fizeram, desde o início, parte na tomada de decisão coletiva, aceitou negociar em prol de que se possibilite as condições para que o gestor garanta o pagamento em dia de todos que estão na pasta da educação, mesmo sugerindo e acatando que se pague o PISO em duas vezes, com o índice de 7,36% em março, 4% em julho e o retroativo correspondente a janeiro e fevereiro de 2016, dividido em 5 parcelas a serem pagas entre agosto e dezembro de 2016. Assim, pela proposta apresentada nesta TABELA (abaixo), fica estabelecido a seguinte condição para que se corrija o PISO NACIONAL da categoria:
1º - O professor em início de carreira teria os 11,36%, aqueles que estão no meio da carreira, ou seja, com 15 ou 20 anos de trabalho, teriam cerca de 5 a 6% e aqueles que estão no fim da carreira, ou seja, 25 ou mais anos de trabalho efetivo na educação do município, não teriam seus vencimentos corrigidos, ou seja, 0% de correção em 2016. Em face do exposto, este sindicato jamais pode se pautar por caminhos dessa natureza em que, ao defender um direito coletivo de todos, afeta determinada parcela dos profissionais em que não terão nenhum ganho no que concerne ao PISO NACIONAL de 11,36%. Como colocado numa publicação da própria prefeitura, o gestor não delineia essa condição, deixando transparecer que a categoria está recusando os 11,36%, quando não explica como seria aplicado esse percentual.
Assim, para dirimir quaisquer dúvidas, sugiro nos procurar para entendermos melhor cada caso, no sentido de melhorarmos o debate e contribuirmos com a valorização profissional de todos e não de parte da categoria.
Peço a todos e a todas, profissionais de educação básica pública, pais/mães, alunos(as), vereadores(as) e sociedade em geral que preza pela qualidade da nossa educação, o empenho nessa luta, por que apenas com nossa mobilização, unida, organizada e disposta em todos os momentos, poderemos traçar caminhos mais viáveis e dignos para o professor(a), tendo em vista a sua condição de agente público e social de efetiva capacidade de entendimento e mobilização. Chamo a atenção de você amigo que ainda não aderiu ao movimento grevista, esta é a hora, que venham todos e que possamos refazer os passos de uma pátria educadora, possibilitando uma melhor condição de trabalho no chão das salas de aulas, fazendo valer aquilo que é nosso de direito e dever, como garante a nossa Carta Magna, do Estado.


A Coordenação do Sinte Tangará
Governo do RN estende prazo para regularização das 'cinquentinhas'.


O Governo do Rio Grande do Norte anunciou que decidiu estender o prazo para a regularização dos ciclomotores popularmente chamados de 'cinquentinhas' adquiridos antes de 31 de julho de 2015. O processo de registro e licenciamento dos veículos, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), seria finalizado nesta segunda-feira (28). Porém, por meio de uma nova portaria a ser publicada nesta terça (29) no Diário Oficial do Estado (DOE), o prazo será acrescido em 30 dias. Assim, os proprietários das 'cinquentinhas' terão até o final de abril para regularizar os veículos.
As 'cinquentinhas' são veículos de duas ou três rodas, cuja cilindrada não ultrapassa 50 cilindradas e cuja velocidade máxima não ultrapassa os 50 quilômetros por hora.
A decisão pela edição da nova portaria partiu do governador Robinson Faria. “Resolvemos aumentar o prazo para atender aos pedidos dos condutores, permitindo que os proprietários dos ciclomotores de todo o estado tenham tempo suficiente para regularizar seus veículos”, disse o chefe do poder Executivo.
A nova portaria não altera o sistema de regularização dos veículos. O proprietário do ciclomotor, sendo pessoa física, deve apresentar ao Detran-RN o comprovante de endereço e a nota fiscal de aquisição do veículo ou preencher uma Declaração de Procedência com firma reconhecida em cartório.
Segundo o Detran, após passar por vistoria e pagar o seguro obrigatório (DPVAT) na quantia de R$ 292,01, além da taxa de licenciamento no valor de R$ 65 (veículo não financiado) ou R$ 95 (veículo financiado), o ciclomotor estará registrado e liberado para transitar. Não é necessário o pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), pois os ciclomotores são isentos.
De acordo com a Lei Federal nº 13.154/2015, o condutor de ciclomotor tem que possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A ou Autorização para Condução de Ciclomotor (ACC). O condutor de ciclomotor que for flagrado fora dos critérios exigidos será multado no valor de R$ 127,69 e pode ter o veículo apreendido. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ainda determina que quem guia as 'cinquentinhas' também precisa ter os mesmos cuidados de segurança que os motociclistas, incluindo, por exemplo, o uso de capacete.
 Até o início deste mês de março, o Detran-RN já tinha emplacado mais de 6,5 mil ciclomotores, sendo 5.121 no interior e outros 1.439 em Natal.




Fonte: G1 RN