Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sábado, 19 de março de 2016

Em novo formato de treino, Hamilton conquista a pole position na Austrália.




O tão aguardado novo sistema de definição do grid de largada da Fórmula 1, em formato eliminatório, estreou neste sábado, no treino classificatório para o GP da Austrália, que abre a temporada 2016. A novidade ficou no formato, porque na pole position, nada de novo: mais veloz em todos os treinos livres em Melbourne, Lewis Hamilton, da Mercedes, confirmou o favoritismo e ficou com a posição de honra, com o tempo de 1m23s837. É a 50ª pole do britânico na carreira. A TV Globo transmite a corrida a partir das 2h (horário de Brasília) da madrugada de sábado para domingo. 

- Eu tenho que tirar o chapéu para esta equipe. O que eles fizeram para elevar o nível mais uma vez, pelo terceiro ano seguido, me inspira e me motiva. Curti pilotar o carro, acertamos o set-up em cheio. Foram algumas voltas muito sexies! Fluíram, sem erros. Adorei! - celebrou Hamilton.    



No novo formato, o treino seguiu dividido em Q1, Q2 e Q3, mas em cada uma das fases, o último colocado era eliminado assim que o cronômetro marcava nove minutos para o fim, e em seguida iam caindo um piloto por um a cada 90 segundos. A intenção era dar uma pitada de emoção e, quem sabe, uma embaralhada no grid. O primeiro objetivo foi atingido. Em partes: nas duas primeiras partes, o que se viu foi pista cheia e competidores tensos, brigando para fugirem da zona de corte. 
Já no Q3, devido à limitação do número de jogos de pneus para o fim de semana, o que se viu foi um verdadeiro anticlímax. Poupando compostos para as corridas, os pilotos recolheram para os boxes assim que anotaram os primeiros tempos e de lá não saíram mais. Com isso, antes de o cronômetro zerar, o britânico já se pesava e comemorava a pole position.
A esperada "chacoalhada" no grid não ocorreu. Seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, ficou em segundo, seguido da dupla da Ferrari, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. Felipe Massa ficou com a sexta colocação, atrás da STR de Max Verstappen. Já seu parceiro de Williams, Valtteri Bottas, caiu no Q2, e largará em 11º. Com o limitado carro projetado pela Sauber para 2015, Felipe Nasr não passou do Q1, e partirá da 17ª colocação.

-  Eu não tinha mais pneu. Acabei usando os meus todos antes do Q3. Só tinha um jogo, que é o que eles dão e você precisa entregar depois. Mas foi uma boa classificação. Estou feliz com a volta que consegui, faltou quase nada para largar entre os cinco primeiros, mas eu estou feliz - analisou Felipe Massa.





Fonte: globoesporte.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário