Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

domingo, 10 de abril de 2016

77% defendem cassação de Eduardo Cunha, aponta Datafolha.


Pesquisa do instituto Datafolha divulgada pelo jornal "Folha de S.Paulo" neste domingo (10) apontou que 77% dos eleitores defendem que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seja cassado pela Casa.
No levantamento, 11% se declararam contrários à cassação do peemedebista e 9% não souberam ou não responderam.
A pesquisa foi realizada nos dias 7 e 8 de abril, em 171 municípios, e ouviu 2.779 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os resultados podem exceder ou ficar abaixo dos 100% devido a arredondamentos, explicou o instituto de pesquisa.
Na última pesquisa, em março deste ano, 80% queriam a cassação do deputado e 8% eram contrários à sua cassação.
A pesquisa também ouviu os eleitores sobre o apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e sobre intenção de voto em quatro simulações da corrida presidencial de 2018.
Ainda de acordo com o levantamento do Datafolha, 73% dos eleitores se disseram favoràveis à uma eventual renúncia de Cunha ao seu mandato. Já 15% disseram que ele deveria continuar e outros 12% não responderam ao questionamento.

Saída de Cunha    

O Datafolha perguntou aos entrevistados se eles são a favor ou contra a renúncia do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Veja os resultados da pesquisa Datafolha:

- A favor: 77%;
- Contra: 11%;
- Não sabe: 9%.

Com relação a uma possível renúncia do peemedebista, os entrevistados responderam se ele deveria ou não renunciar. Veja os resultados da pesquisa Datafolha:

- Deveria renunciar: 73%
- Não deveria renunciar: 15%
- Não souberam responder: 12%

Cunha é investigado no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar por, supostamente, ter mentido à CPI da Petrobras quando declarou não ter contas não declaradas no exterior. Ele foi denunciado no Supremo Tribunal Federal (STF) em um inquérito que aponta que ele é proprietário de contas secretas na Suíça.
Além disso, o peemedebista é réu em uma ação da Operação Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro.

Congresso     

A pesquisa também ouviu os eleitores sobre a opinião deles em relação aos trabalhos realizados pelo Congresso Nacional. De acordo com o levantamento, 43% avaliam o desempenho dos parlamentares como "regular"; outros 41% avaliam como "ruim ou péssimo"; e outros 11% entendem que o Congresso realiza um trabalho "ótimo ou bom".






Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário