Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Começam as inscrições para 105 mil vagas em cursos de licenciatura.


As inscrições para a Universidade do Professor, a nova iniciativa do Ministério da Educação (MEC) para a formação de professores efetivos da rede pública que não atuam em sua área de formação, começaram nesta terça-feira, 5 de abril. São 105 mil vagas para o segundo semestre de 2016 nas instituições federais de educação, sendo 81 mil na modalidade educação a distância, por meio do sistema Universidade Aberta do Brasil, e 24 mil vagas presenciais remanescentes. As inscrições vão até o dia 5 de maio.
Os professores interessados em complementar sua formação poderão se inscrever nos cursos por meio da Plataforma Freire. No momento da inscrição o professor poderá escolher entre a modalidade a distância ou presencial. Depois de inscritos, as secretarias estaduais e municipais de educação terão de 6 de maio a 6 de junho para validar as inscrições dos docentes. O resultado será divulgado até 30 de junho e os cursos a distância terão início já no segundo semestre deste ano, com prioridade para a formação de primeira licenciatura. Acesse a Plataforma Freire
A proposta da Rede Universidade do Professor é reduzir o número de professores que lecionam disciplinas para as quais não têm a formação adequada. Baseado em informações do Censo Escolar 2015, o Ministério da Educação verificou que entre os 709.546 professores efetivos que lecionam nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio, 334.717 têm a formação para a disciplina que ensinam em sala de aula, enquanto 374.829 precisam complementar a formação superior. Estes casos representam docentes que não têm a licenciatura nas disciplinas que aplicam ou não têm o grau de bacharel na área.
Os professores só poderão se inscrever para o curso correspondente à disciplina que lecionam na rede pública. As vagas são reservadas para docentes que atuam nas seguintes disciplinas: matemática, química, física, biologia, português, ciências, história e geografia. A inscrição pode ser feita por:
·         Professores sem nível superior, em busca da primeira licenciatura.
·         Professores licenciados, mas que atuam fora da área de formação, em busca da segunda licenciatura.
·         Professores graduados não licenciados, em busca da formação pedagógica.







Parfor  Presencial       

Além das vagas pelo sistema UAB e das vagas presenciais remanescentes, os professores também poderão optar pelo Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor Presencial) que oferecerá, durante as férias escolares, cursos presenciais intensivos para docentes da rede pública de educação básica. As vagas serão oferecidas no primeiro semestre de 2017. Os professores também só poderão se inscrever para o curso correspondente à disciplina que lecionam na rede pública.
O calendário com a montagem das turmas e o início das atividades letivas do Parfor Presencial será divulgado em breve.

UAB      

Criada em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Capes.
Pelo sistema UAB são ofertados os seis mestrados no formato semipresencial do país: o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat), criado em 2010; o Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras) e o Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física – MNPEF (ProFis), lançados em 2013; e os Programas de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Artes (ProfArtes), Administração Pública (ProfiAP) e Ensino de História (ProfHistória).




Fonte: Todos pela educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário