Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Ministros dizem que Temer comandará reunião ministerial nesta sexta.



Os novos ministros Romero Jucá (Planejamento), Bruno de Araújo (Cidades) e Mendonça Filho (Educação e Cultura) afirmaram nesta quinta-feira (12) que o presidente em exercício Michel Temer convocou para esta sexta (13) a primeira reunião ministerial do novo governo. Segundo eles, o encontro será para Temer passar as primeiras orientações.
Os ministros deram as declarações logo após tomarem posse, numa cerimônia no Planalto, ao lado de Temer. O peemedebista, que agora passa a ser presidente da República em exercício, assumiu o cargo porque o Senado decidiu na manhã desta quinta abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Com isso, Dilma foi afastada por até 180 dias, até que a Casa julgue se ela cometeu ou não crime de responsabilidade.

“Vamos ter a primeira reunião de todo o ministério amanhã [sexta, 13], às 9h, e, a partir daí, vamos começar a discutir as medidas. […] A reunião ministerial de amanhã será o primeiro debate, a primeira discussão, a primeira orientação técnica e política que o presidente Michel Temer dará à sua equipe”, afirmou o novo chefe do Planejamento, Romero Jucá.

“A prioridade é desenvolver o país, gerar empregos, ter uma base política forte e retomar o crescimento da economia. A partir daí, tudo vai se encaixar”, acrescentou o ministro, após participar de cerimônia no Planalto.


'Novo modelo de gestão'     


Após a fala de Jucá, o novo ministro das Cidades, Bruno de Araújo, que comandará programas como o Minha Casa, Minha Vida, avaliou que os auxiliares de Temer não devem levar mais de 30 dias para apresentar ao presidente em exercício as propostas para um “novo modelo” de gestão dos programas das pastas.

“[Na reunião ministerial desta sexta] vamos ouvir as diretrizes do presidente. Neste primeiro momento, acho que o Brasil aguarda anúncios de medidas econômicas que serão apresentadas e enviadas ao Congresso. Este é o foco no momento. E cada ministro, seguramente, vai fazer seu dever de casa para encontrar propostas para aprimorar a gestão”, declarou.

No Salão Leste do Palácio do Planalto, o novo titular do ministério da Educação e Cultura, Mendonça Filho, que comandará uma nova pasta – que unificou dois ministérios do governo Dilma –, disse somente que, na reunião desta sexta, os ministros vão ouvir as mensagens e “diretrizes principais” que Temer tem a dizer sobre o governo que se inicia.






Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário