Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Messi diz que volta à seleção argentina: "Amo demais o meu país”.

Messi nem esperou Bauza o convocar para comunicar sua volta à seleção

Lionel Messi enviou um comunicado à imprensa para dizer que vai voltar à seleção argentina antes mesmo de o técnico Edgardo Bauza convocá-lo para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, contra Uruguai (1/9, em casa) e Venezuela (6/9, fora), em setembro.


"Vejo que há muitos problemas no futebol argentino e não quero criar um a mais. Passaram-se muitas coisas na minha cabeça no dia da última final [contra o Chile, na Copa América Centenário] e pensei seriamente em deixar a seleção, mas amo demais o meu país e esta camisa", disse o jogador. 


"Não quero causar nenhum prejuízo, sempre quis totalmente o contrário, ajudar em tudo o que pudesse. É preciso acertar muitas coisas no futebol argentino, mas prefiro fazê-lo de dentro, e não criticando de fora", disse o craque no comunicado.


Bauza, que deixou o São Paulo para comandar a Argentina, visitou Messi essa semana em Barcelona para conversar com o jogador. Hoje ele fará a sua primeira convocação oficial para os duelos das Eliminatórias. Os argentinos ocupam o terceiro lugar com 11 pontos, dois a menos que o líder Uruguai.
Mais cedo, alguns veículos de comunicação da Espanha já haviam falado que o craque provavelmente tomaria esta decisão após conversar com o treinador. Bauza viajou para a Espanha exclusivamente para conversar com o camisa 10. 
De acordo com o jornal espanhol "AS", o técnico saiu otimista da Espanha após falar com o craque na última quinta-feira (11). Em sua chegada ao Aeroporto de Ezeiza, nas proximidades de Buenos Aires, o treinador disse que Messi "tem muita vontade de voltar à seleção".
A rádio Catràdio Esports, de Barcelona, também anunciou em seu Twitter que o camisa 10 deveria regressar à Argentina, vice-campeã da Copa do Mundo, da Copa América e da Copa América Centenário. Apesar de não conquistar nenhum título relevante desde 1993, a seleção argentina é a atual líder do ranking da Fifa.




Fonte: Uol Esporte


Nenhum comentário:

Postar um comentário