Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Olimpíada tem 6,5 mil trabalhadores em situação irregular, diz ministério.

Funcionárias passam horas em pé, sem cobertura e até oito horas sem comida (Foto: Divulgação/Ministério do Trabalho e Emprego)

O Ministério do Trabalho informou nesta quinta-feira (11) que chega a 6,5 mil o número de trabalhadores em "situação irregular" na Olimpíada do Rio de Janeiro (RJ). Segundo o governo, os problemas encontrados até o momento foram jornada de trabalho excessiva; local inadequado para alimentação; falta de pausa para refeições e descanso; e ausência de registro de ponto.


"Estamos analisando também o tipo de contrato feito com esses funcionários. Dependendo da documentação apresentada pela empresa e pelo Comitê Olímpico, que nós já solicitamos, a situação desses empregadores pode se agravar", afirmou o chefe do setor de fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro, Márcio Guerra.


De acordo com ele, os trabalhadores estavam a serviço de duas empresas de alimentação, que fornecem a maior parte das refeições servidas no evento.
O Comitê Rio 2016 informou que tem "uma colaboração com o Ministério do Trabalho" e que está "sempre pronto" para fornecer documentos pedidos pelo ministério.


"Estamos cientes, sabemos que a maioria das notificações diz respeito a terceirizados. Acompanhamos de perto a apresentação das documentações necessárias e eventuais correções de problemas por parte deles. Sobre as questões relativas ao Comitê Rio 2016, temos apresentado e continuaremos a apresentar as explicações e documentações solicitadas dentro dos prazos", disse o Comitê.





Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário