Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

RN formaliza 6,3 mil novos negócios no primeiro semestre.



Rio Grande do Norte encerrou o primeiro semestre do ano com a criação de 6.325 novos negócios, enquadrados como Microempreendedor Individual (MEI). Com isso, o estado já possui 83.785 negócios nessa categoria jurídica, que envolve empresas e profissionais que trabalham por conta própria e faturam até R$ 60 mil por ano. Apesar do avanço, a quantidade de formalizações no acumulado de janeiro a junho é 5,6% menor do que foi registrado no mesmo período do ano passado, quando foram criadas 6.682 empresas no estado.


“O número de criação de novas empresas se manteve na média e reflete um pouco da situação econômica que atravessamos. Empreendedorismo por necessidade. Não vejo outra explicação para esse quantitativo diante de uma retração econômica. Quanto maior o índice de desemprego, a tendência é as pessoas partirem para a livre iniciativa”, explica o diretor de Operações do Sebrae no Rio Grande do Norte, Eduardo Viana. Na avaliação do executivo, a leve redução de formalizações no semestre tem a ver com o perfil dos empreendedores. Muitos que estavam na informalidade já se registraram e agora a tendência é que esse contingente invista na evolução do negócio.


Os dados sobre a criação de novas empresas nos últimos 13 meses estão na décima quarta edição do Observatório dos Pequenos Negócios, uma síntese conjuntural da economia potiguar elaborada mensalmente pelo Sebrae no Rio Grande do Norte.
O estudo também analisa o comportamento da balança comercial do estado nos primeiros seis meses. O valor das exportações potiguares alcançou US$ 113,8 milhões, um decréscimo de 22,1% sobre igual período de 2015. As importações tiveram queda bem menor, de aproximadamente 3,5%, com o valor de US$ 90,2 milhões. Com isso, a balança comercial fecha o semestre com um superávit de US$ 23,6 milhões.







Fonte: G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário