Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Obama anuncia missão tripulada para Marte na década de 2030.


A Nasa desenvolve projeto de colonização do planeta Marte para as próximas décadas, tendo como meta levar tripulantes em uma viagem somente de idaNasa/Divulgação


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, escreveu um artigo para a emissora CNN nesta terça-feira (11) em que afirma que seu país fará missões tripuladas a Marte na década de 2030. As informações são da Agência Ansa.


"Nós temos uma meta clara e vital para o próximo capítulo da história espacial dos Estados Unidos: enviar humanos para Marte na década de 2030 e trazê-los em segurança de volta para a Terra, com a ambição de ficar por lá por um tempo prolongado", escreveu o presidente.


Segundo Obama, para atingir o objetivo é preciso "continuar com a cooperação entre o governo e inovadores privados e nós estamos prontos para seguir nosso caminho". "Dentro de dois anos, as empresas privadas vão enviar pela primeira vez astronautas para a Estação Espacial Internacional", acrescentou afirmando que mais de "mil empresas" estão trabalhando atualmente em iniciativas privadas para o Espaço.
O mandatário ressaltou ainda que as missões que vão ser realizadas nos próximos anos, tanto pela Nasa como pelas empresas privadas serão um aprendizado. "[As missões] irão nos ensinar como humanos poderão viver longe da Terra - algo que nós precisaremos entender para as longas jornadas para Marte".
Obama ainda falou sobre sua empolgação pelas missões espaciais desde quando era criança no Havaí e ressaltou os "grandes investimentos" feitos por seu governo, desde 2008, na modernização da Nasa.


"Eu ainda tenho o mesmo sentimento de admiração sobre nosso programa espacial que eu tinha quando criança. Ele representa parte essencial de nosso caráter – curiosidade e exploração, inovação e ingenuidade, forçando os limites do que é possível e fazê-lo antes de qualquer pessoa", destacou Obama lembrando que os norte-americanos já enviaram missões de reconhecimento a todos os planetas do Sistema Solar, até mesmo para Plutão.






Fonte: Da Agência Ansa

Nenhum comentário:

Postar um comentário