Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

RN passa do 20° ao 3º lugar no ranking nacional da RedeSim.



Os investimentos e incentivos no empreendedorismo continuam trazendo bons resultados para o Estado. Desta vez, o Rio Grande do Norte saltou do 20° ao 3° lugar no ranking da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim). Os dados foram divulgados pela Receita Federal e mostram que em menos de dois anos, a Junta Comercial do RN (Jucern/RN), com o apoio de órgãos fiscalizadores e de licenciamento, conquistou uma posição de destaque no cenário do país, atrás apenas de Alagoas e Amazonas.
O ranking determina quais Estados possuem maior integração com a Receita Federal, Secretaria de Tributação e órgãos de licenciamento municipais e estaduais. No Rio Grande do Norte, 165 municípios estão integrados no sistema, que permite a abertura e legalização de empresas através de uma plataforma virtual que unifica os procedimentos, reduzindo o tempo de tramitação. O objetivo é simplificar os procedimentos e reduzir a burocracia para os empresários. Nos últimos 24 meses, foram abertas cerca de 15 mil empresas na Jucern/RN através do portal Redesim.
A presidente da Junta Comercial do RN, Samya Aby Faraj, relaciona a nova posição do ranking à reformulação do órgão nos últimos dois anos. “Simplificamos o processo, diminuímos o custo para o empresário e capacitamos os municípios, em parceria com o SEBRAE, para também receber a demanda”, explicou. Ela acrescentou ainda que “o empresário encontra tudo em um único ambiente virtual, sem precisar se deslocar. Quando um empreendedor solicita a abertura de uma empresa, imediatamente consultamos a viabilidade locacional no município. Após a autenticação do processo pela junta, são liberados documentos como NIRE, CNPJ e inscrições municipal e estadual”. Dependendo da atividade da empresa também é disponibilizado o alvará de funcionamento provisório. O acesso aos órgãos de licenciamento estadual também é feito de forma automática pelo portal Redesim.
Outro ponto que colaborou para o resultado foi a abertura do Escritório do Empreendedor, espaço físico inaugurado em outubro deste ano pelo Governo do Estado. O local reúne diversos órgãos necessários para abertura, licenciamento, manutenção e baixa de empresas. Entre os serviços oferecidos estão solicitação de alvará sanitário e de funcionamento, emissão de licença ambiental e aquisição de financiamentos com juros baixos.

 “Queremos que cada vez mais empreendedores abram e regularizem suas empresas de forma rápida, ágil, com menos burocracia e de forma transparente”, concluiu a presidente da Jucern.






Fonte: ASSECOM/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário