Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sábado, 31 de dezembro de 2016

Show, cachaça e casa para mãe: Amanda Nunes fala seus planos após vitória.






Amanda Nunes era só alegria após a vitória sobre Ronda Rousey no combate principal. De acordo com sua estimativa, ela vai receber a maior bolada de sua vida com o triunfo conquistado em 48 segundos em cima de Ronda Rousey e, com isso, poderá realizar alguns desejos. Além de investir na carreira, a brasileira também pensa em dar presentes para familiares, ajudar amigos e realizar algumas metas pessoais.

"Eu acho que vou ganhar um monte de dinheiro. Vou descobrir em algumas semanas, mas tenho certeza que será muito. Vou comprar uma casa, comprar casa de presente para minha mãe e ajudar pessoas que me ajudaram na minha carreira desde o início", declarou, contente com o feito alcançado.

Mas não são apenas gastos financeiros que fazem parte dos planos da campeã. Com viagem planejada para o Brasil na segunda metade de janeiro, Amanda já pensa em comparecer a alguns shows, além de tomar a mais tradicional bebida do país.

"Vou chegar no Brasil e vou ver minha mãe, minha avó… E depois quero ir no show do Cabaré, e do Leonardo e Eduardo Costa. Quero muito tomar uma cachaça lá. Com certeza deve ter um cronograma para fazer algumas coisas lá. Estou doida para chegar e ver o que vai acontecer", narrou, sem esconder o sorriso.

Por fim, a baiana analisou a mudança que o triunfo sobre Ronda, maior nome do MMA feminino, deve gerar em sua carreira. A visibilidade, tanto no Brasil como nos EUA, deve garantir uma agenda cada vez mais cheia, o que parece que será encarado com naturalidade pela tímida competidora.

"Essa luta foi muito boa para mim. Toda atleta precisa de dinheiro para dar continuidade para a carreira. Essa luta seria maravilhosa em todos os sentidos. Sou a campeã. Claro que muita gente vai olhar para mim e tenho que estar preparada para isso. Sou brasileira e hoje moro aqui (EUA). Se eu puder atender os dois públicos, eu fico feliz. Os EUA abriram portas para mim. Desde que estou aqui minha carreira mudou. Se estivesse no Brasil, não estaria aqui", finalizou.






Fonte: Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário