Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Com Crefisa, Palmeiras é top 10 entre camisas mais caras do mundo.



Dudu, que teve 50% adquirido com ajuda da Crefisa
Com a provável renovação do patrocínio de Crefisa e FAM ao Palmeiras, o time irá ostentar uma das dez camisas mais caras do futebol mundial (sem considerar contrato de material esportivo).
Embora os valores do pagamento ainda estejam sendo negociados, calcula-se que as duas empresas devem desembolsar mais de R$ 100 milhões neste ano.
Esse montante é equivalente a US$ 31,3 milhões e supera o contrato da Juventus com a Jeep, de US$ 19 milhões. A campeã italiana ocupa a décima posição no ranking da Forbes para 2017 (o último divulgado).
O valor recebido pelo Palmeiras é ligeiramente superior aos US$ 28 milhões que o PSG, nono colocado, recebe da Emirates ao ano. No entanto, a revista não considera os contratos com QNB (Qatar National Bank) e Ooredoo, donos de propriedades no uniforme do clube. Juntos, esses patrocínios superam o do time brasileiro
Outro clube de ponta que fica atrás do Palmeiras é o Atlético de Madrid. Recentemente, o vice-campeão europeu renovou com a Plus500 por US$ 15 milhões. O Palmeiras, porém, está bem distante do Manchester United, líder da classificação, que tem acordo com a Chevrolet de US$ 80 milhões por ano.

O contrato atual com Crefisa e FAM, empresas do mesmo grupo, venceu nesta segunda-feira (dia 23), mas prevê um período de 30 dias para negociação do novo compromisso. Segundo a Máquina do Esporte apurou, a renovação, será formalizada após a eleição do Conselho Deliberativo, na qual os empresários José Roberto Lamacchia e Leila Pereira são candidatos.

Crefisa deve renovar por mais uma temporada
O ex-presidente Paulo Nobre havia vetado a candidatura de Leila, alegando que ela não teria condição legal de concorrer. A tendência é o atual presidente, Maurício Galiotte, permitir a participação da empresária, que faz festa de lançamento de candidatura em 1º de fevereiro.
No ano passado, Crefisa e FAM desembolsaram R$ 78 milhões com o patrocínio ao clube. Mais R$ 22 milhões foram investidos na reforma do CT e no pagamento de salários do atacante Lucas Barrios.
Para este ano, já pagaram € 3,7 milhões (R$ 12,59 milhões) para assegurar 50% dos direitos sobre o atacante Dudu. Outros € 2 milhões (R$ 6,8 milhões) foram investidos para a aquisição de 40% do lateral Fabiano junto ao Cruzeiro.




Fonte: maquinadoesporte.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário