Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Com pneus médios, Vettel supera Mercedes de Bottas e põe Ferrari na frente na abertura da pré-temporada da F1.

 
Sebastian Vettel colocou a Ferrari na frente da manhã do primeiro dia de testes de pré-temporada (Foto: Twitter/Autosport)

Acabou a espera. Exatamente três meses depois do GP de Abu Dhabi, a F1 abriu a tão aguardada primeira sessão de testes de pré-temporada, na manhã desta segunda-feira (27), em Barcelona. Após a 'maratona' de apresentação dos novos carros nos últimos dias, finalmente os pilotos tiveram a chance de anotar os primeiros tempos de volta com os modelos adaptados ao novo regulamento técnico. E o que se viu, desde os primeiros minutos da sessão, foi que os bólidos definitivamente são muito mais rápidos em relação aos últimos anos na F1. Na tabela de tempos, o resultado foi um espelho do que aconteceu na abertura da pré-temporada 2016: Ferrari na frente com Sebastian Vettel, superando a Mercedes, que levou Valtteri Bottas à pista pela manhã.
Neste começo de atividades de pista, Ferrari e Mercedes se destacaram frente às demais equipes, enquanto Red Bull e a McLaren enfrentaram problemas. Vettel ficou muito perto de superar a melhor volta de toda a pré-temporada do ano passado ao registrar 1min22s791 com pneus médios — a melhor marca dos testes de 2016 ficou com Kimi Räikkönen, com 1min22s765. Seb aferiu seu melhor tempo com a nova Ferrari SF70H calçada com pneus médios. E aí está a diferença para a volta mais rápida registrada por Bottas.
O finlandês, que estreia pela Mercedes em substituição ao campeão mundial e aposentado, Nico Rosberg, cravou 1min23s169 em sua melhor passagem, mas usando pneus macios, mais rápidos que os utilizados por Vettel. Assim como no começo dos trabalhos do ano passado, a Mercedes priorizou avaliar a confiabilidade do novo W08 EQ Power+. E levou o nórdico a ultrapassar a distância de um GP da Espanha, que é de 66 voltas. Bottas alcançou 79 giros completados nesta manhã.

Felipe Massa testa o FW40, já com a 'asa T', em Barcelona (Foto: Twitter/Sky Sports)

Sem a Red Bull na pista durante a maior parte do treino, o terceiro lugar ficou com a Force India do mexicano Sergio Pérez, que marcou 1min23s708, também registrado com pneus macios. 'Checo' superou Felipe Massa, que anotou 1min25s552 com compostos médios. O brasileiro não enfrentou maiores problemas em sua jornada pela manhã. O veterano, de volta à Williams depois de anunciar sua aposentadoria no ano passado, terminou à frente de Carlos Sainz, da Toro Rosso, que completou apenas 16 voltas com o novo e belo STR12.
Nico Hülkenberg, superado nos minutos finais por Sainz, foi o sexto colocado com o novo carro da Renault, ficando à frente de Kevin Magnussen, que enfrentou problemas nesta manhã. O novo piloto da Haas foi seguido por Marcus Ericsson, da Sauber, enquanto Daniel Ricciardo completou apenas quatro voltas e foi o nono. Fernando Alonso não marcou tempo.





Fonte: grandepremio.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário