Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Temer nega participação em episódio com Yunes e diz que doação ao PMDB foi legal.




Do G1


O presidente Michel Temer negou nesta sexta-feira (24), por meio de nota, ter participado de episódio envolvendo uma suposta entrega de dinheiro ilícito no escritório de José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente.
A nota foi divulgada após o teor do depoimento de Yunes à Procuradoria-Geral da República ter sido divulgado pela imprensa.
À PGR, ele disse que recebeu “documentos” do doleiro Lúcio Funaro a pedido do atual ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, durante a campanha presidencial de 2014.


Nota à Imprensa


Quando presidente do PMDB, Michel Temer pediu auxílio formal e oficial à Construtora Norberto Odebrecht. Não autorizou, nem solicitou que nada fosse feito sem amparo nas regras da Lei Eleitoral. A Odebrecht doou R$ 11,3 milhões ao PMDB em 2014. Tudo declarado na prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral. É essa a única e exclusiva participação do presidente no episódio.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário