Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

terça-feira, 7 de março de 2017

Igualdade salarial entre homens e mulheres injetaria R$ 461 bilhões na economia brasileira.

Mulheres também enfrentam desafios na hora de assumir
cargos de liderançaGetty Images
Os avanços conquistados pelas mulheres ao longo dos últimos anos ainda não são refletidos nas folhas salariais e fazem da disparidade entre gêneros uma das principais barreiras enfrentadas pelo sexo feminino no mercado de trabalho. Caso a igualdade salarial entre homens e mulheres se tornasse uma realidade, a economia brasileira teria uma injeção de R$ 461 bilhões, de acordo cum dados revelados pelo Instituto Locomotiva.
A diferença fica ainda mais clara quando os salários de homens brancos e negros são comparados com os salários de mulheres brancas e negras. Enquanto os homens brancos com curso superior ganham, em média, R$ 6.590, o salário médio das mulheres brancas com o mesmo nível de formação é de R$ 3.915.
Já as mulheres negras têm a menor renda entre os trabalhadores com ensino superior completo. O estudo mostra que a renda média delas é de R$ 2.870, enquanto os homens negros com formação superior ganham R$ 4.730.
Em uma análise geral do mercado de trabalho, um estudo divulgado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mosta que o homem branco tem o maior rendimento médio, de R$ 2.509 por mês. Na sequência aparecem as mulheres brancas com rendimento mensal médio entre R$ 1.500 e R$ 2.000, quase junto à média nacional; o homem negro com rendimento pouco abaixo de R$ 1.500 e a mulher negra com renda mensal de R$ 1.027.



Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário