Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sexta-feira, 24 de março de 2017

Sesap realiza ações de informação no Dia Mundial de Combate à Tuberculose.



A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por ocasião do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que é comemorado nesta sexta-feira (24), realiza ações de informação da doença, como diagnóstico, cura e busca ativa de pessoas com tuberculose.  As ações serão executadas pelas equipes de saúde, especialmente aquelas de atuação direta na Atenção Básica/ Estratégia Saúde da Família, além das Coordenações Regionais e Municipais. O objetivo, segundo Erika Simone Rocha Monteiro, da equipe técnica da Sesap, é contribuir para o diagnóstico precoce dos casos e o tratamento adequado, fortalecendo efetivamente o combate à doença nos municípios.
Em 2015, foram notificados 63.189 casos em todo o país. O RN no mesmo período registrou 1.314, dos quais a Região Metropolitana destaca-se por apresentar 65% desses casos, em segundo lugar temos a cidade de Mossoró com 15% das notificações e por último São José de Mipibu com 8% dos registros.
Nos últimos 10 anos, a incidência de casos de tuberculose no Brasil reduziu 20,2%, passando de 38,7 casos/100 mil habitantes em 2006 para 30,9 casos/100 mil habitantes em 2015. “O RN em 2016 teve sua incidência em 30,42%, mas temos municípios com uma incidência bastante elevada, que foi o caso de Nísia Floresta com incidência de 137%”, explica Erika.
O Ministério da Saúde recomenda um percentual de cura de 85% dos casos novos, em 2015 o RN atingiu 63,13% com relação ao esse indicador. Já o índice de abandono foi de 10,20%, metade do valor que o MS exige que é de 5%.
A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e transmissível, por via aérea, ou seja, ocorre a partir da inalação de aerossóis causada pelo Mycobacterium tuberculosis, que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas.  Com o início do esquema terapêutico adequado, a transmissão tende a diminuir gradativamente e, em geral, após 15 dias de tratamento chega a níveis insignificantes.
Na TB pulmonar, o principal sintoma é a tosse (seca ou produtiva). Por isso, recomenda-se que todo sintomático respiratório (pessoa com tosse por três semanas ou mais) seja investigado para a tuberculose. Há outros sinais e sintomas, além da tosse que podem estar presentes, tais como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga.
Para o diagnóstico da tuberculose são utilizados os seguintes exames: baciloscopia, teste rápido molecular para tuberculose e cultura para micobactéria além da investigação complementar por exames de imagem. 





Fonte: ASCOM/SESAP

Nenhum comentário:

Postar um comentário