Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

domingo, 11 de junho de 2017

Molon articula CPI para apurar suposto uso da Abin contra Fachin.


Molon vai pedir CPI para investigar denúncia contra AbinGustavo Lima/Câmara dos Deputados




O deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) informou na noite deste sábado (10) que já articula com parlamentares a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar suposto uso da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) pelo presidente Michel Temer.
De acordo com o esboço do requerimento produzido pela equipe de Molon, o pedido para a CPI na Câmara dos Deputados quer investigar denúncias sobre suposto uso da Abin e outras instituições por Temer no mandato entre 2016 e 2017 para "para investigar e constranger ministro do Supremo Tribunal Federal e o Procurador-Geral da República, de maneira a obstruir as investigações da Justiça sobre crimes praticados pelo senhor presidente da República".
O suposto uso da Abin por Temer é tema de reportagem da revista Veja publicada neste fim de semana. Segundo a publicação, o ministro do Supremo, Edson Fachin — relator do inquérito contra o presidente Michel Temer — estaria sendo monitorado pela Abin a pedido do Palácio do Planalto. A ação teria como objetivo buscar fragilidades que poderiam colocar em xeque a atuação do ministro.
O requerimento de Molon cita que a CPI teria 31 membros "para investigar, no prazo de até 120 dias, prorrogável por sessenta dias". "A denúncia é gravíssima e revela, mais uma vez, que o presidente Temer está disposto a qualquer medida, mesmo que ilegal, para se proteger da Lava Jato. Temer não está preocupado com as necessidades do país, mas, sim, em usar o cargo para se proteger da investigação contra seus crimes", afirmou Molon em nota à imprensa.








Fonte: Estadão Conteúdo e R7



Nenhum comentário:

Postar um comentário