Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sábado, 12 de agosto de 2017

"Tinha total convicção dessa conquista", diz técnico do Globo FC após acesso.


Luizinho Lopes comemora conquista do acesso inédito com o Globo FC (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)


Estava escrito. Assim afirmou o técnico do Globo FC, Luizinho Lopes, após a conquista do inédito acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Com o apoio de quase 3 mil torcedores no Barretão, a Águia de Ceará-Mirim bateu a URT por 1 a 0 no tempo regulamentar e por 3 a 2 nos pênaltis para conquistar uma classificação histórica. Para o comandante tricolor, o resultado foi merecido.

- Eu me desgasto muito para um jogo como este. Quando termina o jogo, eu estou sem forças. Mas é muita alegria. A ficha não caiu ainda. Mas eu tinha total convicção dessa conquista. Só Deus sabe o trabalho que a gente realiza aqui nos bastidores, caladinho. Treinamos aqui quase todos os dias, com dois, três, quatro torcedores. O futebol não é um esporte de merecimento, mas nós merecíamos - disse.
Antes de perder por 1 a 0 no jogo de ida, em Patos de Minas, o Globo chegou a ter uma série de sete vitórias nesta trajetória na Série D, com um elenco jovem e com poucas peças de reposição. Luizinho lembrou que, quando necessário, a garotada deu conta. No duelo contra a URT, com menos de oito minutos de bola rolando, o goleiro Rafael, um dos mais experientes da equipe, sofreu grave lesão no pé esquerdo e precisou ser substituído por Dasaev, que tem 24 anos e não havia atuado ainda na competição. O herói improvável fez grandes defesas durante a partida e pegou dois pênaltis.

- No futebol, você passa por algumas dificuldades em certos jogos que a coisa parece que está desenhada. Nenhuma vitória nossa fora de casa foi fácil. Foram todas no limite, com um time guerreiro, a molecada entrando e resolvendo. Foi muito bom - comemorou.
O acesso à Série C é o momento mais marcante da curta história do Globo, que foi fundado em 2012. Luizinho comanda a equipe há um ano e meio, e aponta o que fez a diferença para a conquista desta sexta-feira.

- O diferencial é a sequência, é ter autonomia para fazer o trabalho, para contratar, sem interferências externas. Os atletas acreditaram no nosso trabalho e hoje a gente tem uma filosofia de jogo bem definida, que resultou em uma conquista como essa - finalizou.



Fonte: GloboEsporte.com, Natal

Nenhum comentário:

Postar um comentário