Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

sábado, 1 de julho de 2017

Maternidade Januário Cicco entre as melhores do Brasil segundo ANVISA.


A Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC-UFRN), filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), está entre as melhores do Brasil em termos de adesão às práticas de segurança do paciente, de acordo com a lista publicada recentemente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
O levantamento faz parte do primeiro ciclo de autoavaliação das Práticas de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde, realizado em 2016, contemplou os hospitais de todo o Brasil que possuem UTI adulto. O objetivo promover a cultura da segurança no ambiente institucional, enfatizando a gestão de riscos, o aprimoramento da qualidade e a aplicação das boas práticas, além de diagnosticar as práticas realizadas pelos serviços de saúde com leito de UTI e, a partir das informações coletadas, propor ações no nível local e nacional.
A MEJC conquistou conformidade alta de 67% de indicadores de estrutura e processo avaliados. Todos os hospitais foram avaliados em 15 critérios relacionados às práticas de segurança do paciente, como a instituição do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), o protocolo de prática de higiene das mãos, o protocolo de cirurgia segura e o protocolo de identificação do paciente, entre outros.


“O reconhecimento pela ANVISA evidencia a cultura da segurança do paciente valorizada pela maternidade, reforçando o nosso compromisso no que tange a qualidade do serviço prestado ao paciente e ao seu familiar”, afirma Maria da Guia de Medeiros Garcia, gerente de Atenção à Saúde, da MEJC.


Essa autoavaliação é um desdobramento da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC), nº 36 da ANVISA, de 25 de julho de 2013, a qual instituiu ações para a segurança do paciente em serviços de saúde. Segundo Edna Marta, chefe do Setor de Vigilância em Saúde da maternidade, a instituição já realizava ações e atividades para o atendimento das Metas Internacionais de Segurança do Paciente. “Já tínhamos várias normas e protocolos implantados que comungavam com os protocolos de segurança do paciente do Ministério da Saúde. A RDC só veio fortalecer essas ações”, disse.
Para a superintendente da maternidade, Sônia Barreto, o resultado alcançado além de dar visibilidade institucional a nível nacional, ajuda a reforçar o trabalho desenvolvido ao longo dos anos. “ A avaliação realizada pela ANVISA nos faz crer que estamos no caminho certo e nos motiva a continuar a trajetória de 67 anos de uma instituição de referência e que é fonte de estudos e de práticas assistenciais de ponta”, comenta.
Esse processo avaliativo será realizado anualmente pela ANVISA. A lista completa de hospitais pode ser acessada no site da Anvisa.



Fonte: Ascom MEJC

Nenhum comentário:

Postar um comentário