Loja Fina Flor

Loja Fina Flor

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Tite deixa críticas de lado e fala em contribuir com a seleção brasileira.


Tite: "Sei da responsabilidade do cargo, mas me preparei"Estadão Conteúdo
Agora é oficial. A CBF apresentou na tarde desta segunda-feira (20) o técnico Tite como novo comandante da seleção brasileira. O ex-treinador do Corinthians esteve na sede da entidade, na Barra da Tijuca, onde visitou o museu da CBF e concedeu sua primeira entrevista coletiva no cargo.
Logo na primeira pergunta dos jornalistas, uma dividida. Tite foi questionado sobre as razões que o fizeram aceitar o convite meses depois de ter assinado um manifesto pedindo a renúncia do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, investigado pelo FBI no escândalo de corrupção da Fifa.

"A minha atividade e o convite feito foi para ser técnico da seleção brasileira de futebol. Entendo que essa atribuição é a melhor maneira para contribuir com minha ideia de vida: transparência, democratização, excelência, modernidade. Houve dois aspectos fundamentais: autonomia e a busca pela excelência, o melhor do futebol, e isso eu sei fazer", disse Tite. "Respeito posições contrárias, reitero que me foi dada atribuição com seleção e é a melhor maneira de contribuir. Um objetivo pessoal de construção de carreira, julguem como quiserem, mas minha contribuição para o futebol é aquilo que sei. Essas ideias de transparência e democratização continuam como princípios meus", completou.

Tite assume a seleção em um momento conturbado, com a equipe vindo de dois fiascos seguidos na Copa América e em sexto lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. O primeiro compromisso do novo técnico será em 2 de setembro, contra o Equador. A partida, em Quito, será válida pela sétima rodada das Eliminatórias. Em seguida o desafio é contra a Colômbia, em Manaus.






Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário